Espiritualidade
Sobre Espiritualidade
14 de Junho de 2020

Poeira Lunar

Fé e ciência, dois caminhos que se convergem...

“…Minha mãe morreu recentemente. Ela viu que havia algo errado. Esse é um bom termo: errado! Ela viu que havia algo errado no filho  mais novo dela. O único filho homem: FÉ! -“Como está sua fé?” Perguntou ela! – Estou aqui para admitir que perdi minha fé. E, sem ela o que existe? Existe a solidão, o vazio, o anticlímax de ir até a lua e não encontrar nada, a não ser desolação assustadora, silêncio sepulcral, melancolia. É assim a falta de fé! O contrário dessa ausência, é encontrar o encantamento, o êxtase, o milagre de oração divina, o plano e o propósito de Deus! Isso é fé” http://The Crown Disse Filipe, Duque de Edimburgo, na Inglaterra no ano 1969, logo após o homem ter ido à Lua.

A fé sob a visão quântica

A física quântica também endossa essa ideia da fé, ratificando, as palavras  e os próprios sentimentos do Duque, porque a ciência parte da premissa que todo ser humano é capaz de criar sua própria realidade, podendo ser ele  coautor de suas realizações, desde que tenha a fé bem trabalhada na sua mente. Portanto, quando o indivíduo amplia suas crenças de capacidade, merecimento ou identidade aprenderá a lidar com sua energia para que possa delinear a nova realidade e estabelecer conexão com o campo da potencialidade.

Para Deepak Chopra http://Deepak Chopra a potencialidade é a primeira lei universal do sucesso, apoiando-se no fato de que somos, essencialmente, consciência pura. “Consciência pura significa potencialidade pura. Trata-se de nossa essência espiritual. É o campo de todas as possibilidades e da criatividade infinita. Ser infinito e ilimitado é pura satisfação. Outros atributos da conscientização são o conhecimento puro, o silêncio infinito, o equilíbrio perfeito, a invencibilidade, a simplicidade e a felicidade. Quando você a descobre, quando sabe quem realmente é, encontra toda sua potencialidade.” 

A Ciência bate à porta

Bruce Lipton, cientista e grande estudioso das células também ratifica através de suas publicações que somos todos seres imortais, espirituais, e que existimos independentemente de nosso corpo. “Posso afirmar que a ciência me levou à espiritualidade, pois as descobertas da física e do mundo das células mostram cada vez mais a existência de um elo entre a ciência e a espiritualidade, duas áreas completamente distintas, desde a época de Descartes, há alguns séculos. Mas tenho certeza de que quando as duas forem novamente reunidas, teremos um mundo muito melhor.” http://A Biologia da Crença Para este grande cientista, o poder da consciência sobre a matéria e os milagres são oriundos da nossa fé, tratadas no seu livro, como crença. É exatamente através do  tamanho da nossa crença que podemos transformar  nosso ambiente interno e externo, nossos propósitos e nossa realidade.

Felicidade e fé

Para o Duque Felipe, de Edimburgo, a felicidade é proveniente da ! “Não podem ser dissociadas, porque é através dessa crença que podemos chegar ao êxtase, encontrar o encantamento, o milagre e o propósito de Deus.” Para ele, como o homem  podia chegar à Lua e não sentir a SUA presença? Poeira lunar e vazio? Poeira lunar e desolação? Poeira lunar e silêncio sepulcral? Apenas poeira… Como a engenhosidade da ciência que construía um foguete e a própria tecnologia avançada, não conseguiam solucionar os problemas humanos, existenciais? Claro que era preciso caminhar para um mundo interior mais espiritualizado e buscar dentro de si (referia-se à cabeça ou ao coração) respostas que pudessem colocar o homem em conexão mais profunda com seu eu, para acercar-se mais DELE

Como Dr David Hawkins tão claramente expõe na pirâmide “Ômega, Consciência Suprema” quando elevamos nosso nível de consciência espiritual, encontramos condições de ressignificar nossas vidas através de conceitos que transcendem o tangível; são níveis de energia que levam o indivíduo a procurar um sentido de conexão plena consigo e com o universo. Evolução espiritual, ausência de ego, alegria, transcendência, super consciência, felicidade!

Referências:

Bruce Lipton – A Biologia da Crença

The Crown – Série

Emoções e suas frequências – Salto quântico para o equilíbrio – Cida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *